Artista Paulo Gazzaneo aprova os Pianos Acústicos Fritz Dobbert
Piano | Piano Acústico | Piano de Cauda | Piano Digital | Piano Kawai | Piano Vertical
Voltar

Paulo Gazzaneo

Recomenda Piano Fritz Dobbert

"2012 é um ano muito especial pois se completam 30 anos desde o meu primeiro contato oficial com a marca Fritz Dobbert. Em 1982, então com 16 anos, tive a grata oportunidade de conhecer as instalações da Pianofatura Paulista, ocasião em que fiquei encantado e maravilhado em ver e saber que meu país produzia o instrumento do ofício que escolhi para a minha vida. Durante todo esse período pude acompanhar toda a evolução e progresso de nossos pianos - sim, nossos pianos, pois como brasileiro, com imenso orgulho sinto-me parte dessa trajetória - desde o seleto tratamento da madeira que forma sua caixa, sua tábua harmônica, o material utilizado em seu encordoamento assim como na vertiginosa melhoria da sua mecânica. Hoje temos um instrumento com timbre elegante, definido, diferenciado, robusto, mecânica rápida que atende ao gosto do mais exigente pianista. Recentemente, POR OPÇÃO, adquiri para o meu estúdio um modelo CS-142, através do qual confirmo minhas palavras transcritas acima. Parabéns a Pianofatura Paulista por representar tão bem o nosso país e por propiciar aos nossos artistas um instrumento digno de todo grande pianista."

Biografia

A bem sucedida carreira do paulistano Paulo Gazzaneo está baseada em duas vertentes de seu trabalho, a interpretação e a pedagogia e, recentemente, tem se destacado na área da composição.

Obteve o título de Mestre pela Unicamp - Universidade Estadual de Campinas sob a orientação do Prof. Dr. Mauricy Matos Martin.

Em sua formação acadêmica destacam-se as orientações de Amaral Vieira, Osvaldo Lacerda e Almeida Prado no Brasil, Hans Graff na Academia Superior de Música de Viena, Áustria e István Lantos, Ferenc Rádos e Marta Gulyás na Academia Superior Franz Liszt de Budapeste, Hungria.

Desde o seu retorno ao Brasil em 1993, fixou residência em São Paulo e assumiu como principal premissa de seu trabalho a execução e registro fonográfico de obras de compositores brasileiros, preferencialmente ainda ativos buscando valorizar a geração atual de criadores.

Como intérprete já dispõe de oito títulos em sua discografia, sete dos quais integralmente dedicados à música nacional. Como compositor, além de um registro fonográfico produzido em 2005 pelo selo PMC já foi prestigiado pelo Harpyia Quartet (Grécia) em uma temporada de concertos pelos países da Europa Oriental em 2003. Em 2006 teve a estréia mundial de sua Fantasia para piano e orquestra de cordas realizada pela Orquestra Antunes Câmara sob regência de Sergio Chnee e o próprio compositor ao piano no Teatro São Bento em São Paulo. Em 2010 a Taiwan at Sun Yat-sen University utilizou o seu Trio para piano e cordas em seu repertório acadêmico.

É convidado com freqüência a ministrar aulas de piano e música de câmara bem como palestras e seminários em tradicionais festivais de inverno e verão, tanto no Brasil como em países da América do Sul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru).

Como recitalista e solista já se apresentou nos Estados Unidos, em todos os países da América do Sul e nos principais centros musicais europeus (Áustria, Alemanha, Bélgica, Hungria, Polônia, Espanha, Grécia, Bulgária, Inglaterra, Suíça), destacando-se a sua interpretação da integral dos Concertos para Piano de Mozart realizada em Budapeste em 1991.

Como camerista desenvolveu entre 2002 e 2006 um importante trabalho de difusão do repertório contemporâneo brasileiro no Trio Retrato Brasileiro e atualmente confirma sua versatilidade técnica e estética no São Paulo Arte Trio, ao lado do violinista Laércio Diniz e da violoncelista Ana Maria Chamorro.

Como regente, fez sua estréia no cenário artístico brasileiro no mês de dezembro de 2011 frente a Orquestra Filarmônica do Brasil em concerto realizado na cidade do Rio de Janeiro.

Entre os anos de 1998 e 2004, desenvolveu importante trabalho pedagógico como coordenador no Centro de Estudos Musicais Tom Jobim, órgão do Departamento de Formação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura do Estado de São Paulo.

Atualmente é docente da EMESP - Escola de Música do Estado de São Paulo e da Faculdade Cantareira, Diretor do Festival Música das Esferas - Festival Internacional de Música de Bragança Paulista, pianista titular da Orquestra Filarmônica do Brasil e é representado artisticamente pelas empresas Retrato Brasileiro Interartes e PLG Promoções.

Gazzaneo é membro da American Liszt Society e British Liszt Society.

Agente Autorizado:
Retrato Brasileiro Interartes Ltda
Leila Gazzaneo
info@retratobrasileiro.com.br
F. (11) 3807-7294
F. (11) 7803-1469

Entre em contato conosco

11 3973.7900
Fale Conosco
Cadastre-se

Para ver este conteúdo, preencha o formulário abaixo:

Fechar
Cadastre-se

Antes de acessar, fale um pouco mais sobre você!

Fechar